24.11.14

O dia em que reinventei o blog

...ou o dia que resolvi voltar às origens.

Quando comecei o blog eu fazia ele de diário. Escrevia o que bem entendia, sem querer parecer séria demais. Depois passou um tempo e eu achava que podia virar "blogueira profissional" e escrever só opiniões de filmes, livros e música. 

Mas sinto tanta falta de poder, e querer, escrever só umas besteirinhas sobre o que ando pensando e sentindo - coisas que realmente quero compartilhar -, então inspirada por ela e pelo blog dela, sempre ela, Tati Feltrin,  decidi que o blog vai voltar a ser o que era. 

Eu ainda irei escrever reviews de livros; ainda irei falar sobre filmes e sobre música, mas quero dar aquela cara de blog diarinho que tinha antes. Porque eu acho gostoso, acho confortável, e porque é meu blog e eu quero fazer isso, hahaha.

Até pensei em excluir o meu Tumblr (que a anos não dou muita atenção) e criar outro com esse objetivo. Porém eu sou uma pessoa muito preguiçosa, que evita ao máximo ter muitas redes sociais, e mini blogs; por essa razão eu vou deixa-lo lá quietinho, sendo apenas uma "pasta online de inspiração", assim como meu We Heart It

Eu não sou de ficar compartilhando os links dessas redes, justamente por isso: uso apenas para guardar online imagens e textinhos de inspiração. Não faço questão nenhuma que me sigam/curtam nenhuma das duas, mas se quiserem visitar, fiquem à vontade. :)
Pois quero até trazer algo do Tumblr para cá. Algumas imagens inspiradoras, textos e citações. E postar mais sobre fotografia e sobre ilustradores. 

Espero que continuem gostando do blog mesmo ele sendo um pouco mais like diary. ;)




Bons Sonhos

17.11.14

Music to monday #16

Nossa, essa categoria de música estava parada desde Janeiro. Mas vim aqui para desenterrá-la e apresentar mais uma música inédita para a maioria. 

Sou dessas que não escuta tantos artistas diferentes assim, mas acabo achando alguns novos de vez em quando. Como por exemplo The Honey Trees, que descobri a umas semanas atrás e me apaixonei completamente pelo estilo de música deles. Eles são uma dupla da Califórnia, Becky Filip e Jacob Wick, que tem um estilo até meio particular chamado dreamy-pop; não deve ser novidade para os cultizinhos, mas eu nunca tinha ouvido esse termo. Enfim, a música que eu escolhi deles é a To Be With You. Linda e poética, embalada pela voz suave e límpida da Becky (aliás, sigo ela no Instagram e como é lindo <3).

Vale a pena dar uma conferida nas outras músicas, porque eles só tem dois álbuns por enquanto, então são poucas para descobrir. Mas tenho certeza que se você gosta desse estilo "sonho-na-floresta" você vai apreciar essa dupla mágica. :)

Oh I could sail the world
Search through the darkest waters but
I'd never find
These golden eyes




Bons Sonhos

12.11.14

O que eu li + Book Haul: Outubro

Não, não vou parar de fazer os posts desses vídeos. Eu gosto, movimenta o blog e lembra as pessoas de que tem vídeo novo. x)
Esse aqui tá meio atrasado, mas não tem problema, pelo menos ele está aqui.

Bom, continuando com poucas leituras - o velho drama de sempre - mas esse mês eu comecei a fazer o The Book Jar, então já deu aquela animada para ler e para fazer essa brincadeira. É bem divertida e acho que todos deviam se arriscar, hehe.

Sobre Book Haul, vocês sabem né? Não estou mais me controlando para não comprar livros (até porque eu nem compro horrores de livros, então não acho que seja algo que eu precise fazer haueaheu). Compro um aqui e outro ali e já fico bem mais feliz. Mas se preparem porque nesse mês de novembro, como eu disse, tem meu aniversário... Vocês verão, hahaha.


9.11.14

Where is the old Coldplay?

Estava aqui escutando e relembrando como Coldplay é uma das minhas bandas preferidas (se você quer saber mais sobre meu gosto musical só ver meu Last.fm); escuto há menos tempo do que gostaria, mas a conheço há mais tempo do que esse bando que apareceu dizendo ser fã, mas conheceu por causa da música com a Rihanna muita gente. E tenho me decepcionado, viu.
Coldplay sempre foi a banda de rock alternativo que fazia seus álbuns inspirados em bandas que começaram nos anos 80, como a-ha e U2. 
Aquela música que lembra coisa antiga, mas que tem um jeito moderno; um quê de viagem preguiçosa (e isso não quer dizer que a música deles seja preguiçosa, é só que eu acho que combina muito com uma roadtrip sem destino, sem pressa). Mas em 2011, com a estréia de Mylo Xyloto, parece que tudo desandou.

22.10.14

O que eu li + Book Haul: Setembro

Eu sei, eu sei, o blog foi abandonado. E me desculpem por isso, é que está muito, mas MUITO mais fácil falar, fazer vídeos e explicar as coisas por meio verbal do que pela escrita. O que é até irônico, porque sempre tive dificuldade em falar as coisas e escrever era sempre mais fácil; pelo visto as coisas podem mudar 180°, hehe.
Bem, no pior das hipóteses pode ser que eu faça post uma vez por mês com o vídeo de lidos. =P Mas calma, não creio que vá ser o caso.

Agora falando de coisa boa - e não, não é de Top Therm -, sobre as leituras e book haul (que tem sido frequente e isso é ótimo haha) do mês de setembro. E como vocês sabem e devem estar carecas de ouvir eu dizer que estava de ressaca literária, as leituras foram poucas, mas muito legais, e me diverti mesmo lendo apenas dois livros e três mangás. Acho que por estar curtindo ler Sailor Moon eu tenha me divertido no geral. ^^