25 de maio - Dia da Toalha

O Dia da Toalha surgiu quando fãs de Douglas Adams tiveram a ideia de homenageá-lo de alguma forma pelas obras maravilhosas, composta por cinco livros, sobre as aventuras intergalácticas de Artur Dent. Como o autor dedica quase um capítulo inteiro sobre a importância da toalha para viajantes da galáxia, resolveu-se que esse seria o tema da comemoração. No dia 25 de maio de 2001 foi a primeira vez que fizeram homenagem a ele, então ficou como a data do evento. Fãs andam com sua toalhas para lá e para cá, usando-as de diversas maneiras, é simples, mas uma homenagem legal, se você for pensar.

Infelizmente muita gente confunde esse dia com a comemoração infame do “Dia do Orgulho Nerd”, que é a maior besteira do mundo. Primeiro porque não se comemora "dia do nerd". É ridícula a ideia de se comemorar um estilo, algo que você é porque você é, não porque escolhe ser; segundo, nerd que é nerd não precisa afirmar isso. Ele pode ser nerd, ser chamado de nerd por ser fã de Star Wars, Star Trek , jogar RPG etc, mas com certeza não precisará ficar falando isso aos quatro ventos;  terceiro, quem comemora o Dia da Toalha é porque é fã de Douglas Adams e suas obras, seja nerd ou não. Até porque gosta quem quer, e não tem que ser taxado de nerd por causa disso. Acho que essa comemoração tenha sido criada porque 25 de maio de 1977 foi a estreia de Star Wars Episódio IV- Uma Nova Esperança, quando ainda era só Star Wars, mas para mim não justifica comemorar "dia do nerd".

Dado esse sermão, outra coisa que digo é que a obra de Douglas Adams é composta por CINCO livros, e não seis como algumas pessoas dizem por aí. O sexto livro, intitulado de E tem outra coisa, não é de autoria de Adams e por isso não faz parte da “trilogia de cinco” que ele criou. Não estou desmerecendo o tributo que Eoin Colfer fez aos outros livros, mas é só isso: um tributo, uma homenagem aos personagens que não veríamos mais em aventuras inéditas.

Depois das revoltas gratuitas, só tenho a dizer que vale a pena ler a obra de Adams porque é insanamente divertida e cômica. Você não lerá nenhuma ficção científica mais engraçada do que essa.  E por desencargo de consciência, o filme que foi inspirado no primeiro livro, O Guia do Mochileiro das Galáxias, é muito bom e até fiel – atentos à trilha sonora que é ótima!

Trailer do filme:



É isso, não esqueça sua toalha e não entre em pânico. ;)




Bons Sonhos

Um comentário

  1. Achei muito estranho esse dia quando ouvi falar mas acho que agora está explicado haha
    Adorei teu canto!
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário \o/
Responderei assim que for possível ;)