Music to monday #17

11 de abril de 2016

...ou aquele em que detesto o termo "guilty pleasure".
...ou ainda, aquele da categoria desaparecida do blog por mais de um ano.

Esse post não vai ser textão. Pois nem quero me estender nesse assunto, só quero dizer que eu não gosto nem um pouco do termo guilty pleasure
Sabem para o que ele é direcionado? É basicamente para designar quando sentimos vergonha/culpa por gostarmos, sentirmos prazer em apreciar alguma coisa que é considerada ruim ou mal falada. 

Aí me digam: por que raios eu sentiria vergonha de algo que eu gosto (ou estou me divertindo, para dizer o mínimo)?
Se você sente culpa por algo que você gosta, ou você está sendo pressionada(o) a ser e sentir como os outros querem ou você sente essa culpa/vergonha por nada. Porque não precisa se martirizar por algo que você está gostando de fazer (assistir, ler, ouvir, apreciar etc.). Então vamos nos libertar dessa culpa generalizada e viver feliz com as coisas que nos fazem bem, independentemente do que os outros vão achar! \o/

E isso para dizer que esses últimos dias lembrei de algumas coisas que ouvia quando era adolescente e me deparei com... Avril Lavigne!!!
Nunca fui fã, nem ouvia muito, mas tem uma música que eu acho muito da bonitinha e que grudou na minha cabeça de novo: My World.

Can't help it if I space in a daze
My eyes tune out the other way
I may switch off and go in a daydream
In this head, my thoughts are deep
But sometimes I can't even speak
Will someone be and not pretend?
I'm off again
In my world

Se querem me julgar, façam como quiserem, mas saibam que eu tô me divertindo ouvindo e nem ligando para o que vocês, que julgam, acham. =P

Beijos de luz.



Um comentário:

  1. Juli <3

    Essa música!Ah, que saudades desse álbum da Avril skatista. Nunca me considerei fã dela, mas tinha o "Let Go" e escutava bastante nos meus tempos de colégio. Até cheguei a acompanhar alguns dos singles que ela lançou com o segundo CD, mas foi só.

    "My World" é realmente ótima! Escutei de novo agorinha e acabei de procurar o álbum no Spotify para ficar escutando nos próximos dias, haha. Adoro esses momentos de nostalgia musical.

    Sobre a expressão guilty pleasure: comentei com você lá no Twitter que também não gosto dela. Acho bem triste que as pessoas se sintam culpadas ou com vergonha por gostarem de algo, principalmente quando se trata de algo tão simples e inofensivo como música, né? As pessoas podiam se permitir mais, seriam mais felizes. E se quiserem julgar, que julguem! Ninguém aqui vai perder o sono por causa disso, haha.

    Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo comentário e pela visita! ♥
Responderei assim que puder ;)

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan